28 de nov de 2010

A arte obscura e surrealista de Esao Andrews

Pinturas sombrias e subliminares com toques de surrealismo e erotismo, fazem da arte do americano Esao Andrews, um convite para a reflexão da vida.
Nascido no Arizona, se mudou para Nova York, onde estudou na Escola de Artes Visuais e também já fez capa para a banda Circa Survive
Suas obras são cheias de beleza e um estilo incomum que até parece nos levar a uma viagem ao subconsciente.
Vale a pena conferir o trabalho de Esao Andrews:












10 comentários:

Preguiça alheia disse...

www.preguicaalheia.blogspot.com

Parabéns pelo blog.. entra no meu e se gostar pode seguir!!

ps.: estou te seguindo!

Abraço,
P.A.
_______________________________
http://www.preguicaalheia.blogspot.com

Bia Meloo disse...

Gostei, principalmente da do garoto de bicicleta.

Roderick Verden disse...

Bonito, estranho, impressionante!

Barbara Nonato disse...

Tudo que você posta me fascina e me impressiona. Cada descoberta fenomenal. Adoro passar aqui.

Araujo disse...

somos capazes de reconhecer as nossas próprias agonias em algumas dessas imagens, que apesar de tensas, são bem bonitas.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Sophi (para os íntimos) disse...

Maravilhoso teu blog,aprenderei muito por aqui!

Beijo imenso e obrigada pela visita e comentário carinhoso no meu..

bianca lee disse...

oi,eu sou a dona do blog mente sombria,obrigado pelo seu comentario... é muito massa o seu blog,vou visitar sempre^^ adorei pra caramba!

Bianka disse...

cara aquele arrancando uns negocio do braço com uma faca me arrepio. o.0

Leka Gothic disse...

Gostei da foto do cara dentro do vaso, da ponte e das pessoas de preto correndo!

Muito legal!
bjs!

harrybelz disse...

Me perdoe pela demora em comentar aqui.

Gostei bastante das obras dele. Seria interessante se você conseguisse encontrar algumas informações sobre quais os materiais que ele utilizou para fazê-las. Algumas eu posso chutar que foram óleo sobre tela, mas nunca se sabe. Isso ajuda a entender os métodos de criação do artista. É pouco viável fazer uma pintura digital fora de casa, o que o tornaria menos observador, entende?

Gostei bastante das cores utilizadas por ele. Tons fortes de laranja e azul em alguns quadros realmente fazem sentimentos brotarem.

Eu, particularmente, gostei daquela que mostra uma cachoeira, uma ponte e uma menina, aparentemente debruçada.

A última obra me lembra muito o clima ambientado na caça às bruxas de Salém, mas acho que não tem muito a ver.

Enfim, parabéns pelo bom post. Estou gostando cada vez mais de vir aqui e comentar.

Abraços.

Postar um comentário