10 de ago de 2010

Type O' Negative

Type O’ Negative é uma banda americana de doom/gothic metal formada por Peter Steele em Nova York no ano de 1983.
As letras da música em geral, falam sobre romance, depressão e morte.
Um dos álbuns de maior sucesso da banda foi o Bloody Kisses que gerou algumas polêmicas por causa da música Christian Woman, cuja letra fala sobre uma adolescente que vê em cristo um símbolo sexual.
As músicas da banda junto com a voz contagiante de Peter Steele são perfeitas para levar a um clima de vampiros ou mesmo de erotismo, já que até a primeira faixa de Bloody Kisses chamada Machine Screw, começa com gemidos eróticos femininos.

A banda chegou até a compor a trilha sonora para o seriado Nosferatu: The First Vampire.
O vocalista e fundador da banda, Peter Steele, faleceu no dia 15 de abril deste ano por causa de uma parada cardíaca. A banda não vai mais continuar sem Steele. Uma pena que ele se foi, pois eu apreciava muito sua voz e o estilo da banda.

Segue a faixa da música Christian Woman:

6 comentários:

VAI NA FE QUE DA! disse...

Legal o post! imagino que na época do lançamento do single Christian Woman deve ter rolado muita polêmica, no final tudo da certo e os caras vendem mais.

^-^¨cat disse...

oi! muito obrigada pelo comentário! bem diferente seu blog, gostei!

The sweet Limon disse...

gosto dessa banda :)

Guilherme Lombardi disse...

parece ser legal essa banda, eu ainda não conhecia

Θlívia disse...

Foi dia 14. Há algum tempo eles fizeram uma brincadeira com isso. Ao entrar no site da banda havia uma lápide dizendo Peter Steele, Free at last 1962 2005. Os fãs custaram a acreditar que a "segunda" morte era, de fato, verdadeira. Será sempre lembrado.

JUNIOR OMNI disse...

________________________________________

ROCK – A MÚSICA DO INFERNO - A REVELAÇÃO

"O SONHO SATÂNICO"

_________________________

Lembro-me que certa feita eu me deitei para dormir após ter fumado meu último cigarro. Estava folheando algumas páginas da Bíblia e logo senti um profundo sono. Eu estava perturbado e completamente sem rumo na minha vida. Naquela madrugada, SONHEI QUE EU ESTAVA DENTRO DE UM BAR; eu estava em pé, encostado no balcão e bebia ali algumas doses de bebida alcoólica.

Naquele bar só havia duas pessoas: o dono do bar e eu. Eu falava um pouco da minha vida para aquele homem que me ouvia atentamente, porém, não podia fazer nada para me ajudar.

DE REPENTE, NUM PISCAR DE OLHOS, APROXIMAVA-SE DE NÓS UM HOMEM MONTADO NUM CAVALO. SEU CAVALO TINHA PERNAS ENORMES; COMO AS PERNAS DE UM CAMELO.

Era um cavalo negro e totalmente estranho. Vi quando ele parou na porta daquele bar, e o seu cavaleiro inclinou-se para ver quem estava lá dentro. Nesse momento o dono do bar percebeu que aquele cavaleiro estranho me chamava para fora fazendo gestos e sinais com suas mãos.

E assim, o dono do bar agindo com muito medo me expulsou daquele bar e fechou as portas para mim. Eu fiquei durante muito tempo paralisado, em pé do lado de fora daquele bar, de frente para aquele cavaleiro que trajava um manto preto e com seu rosto envolto num capuz.

SOBRE SUAS COSTAS HAVIA UMA ENORME FOICE AFIADA.
Ouvi quando ele me disse: "VOCÊ VIVE A ME CHAMAR; CANTANDO AS MINHAS MÚSICAS...".

Naquele momento eu fiquei totalmente sem ação. Então ele continuou a dizer:

"VOCÊ FALA DAS MINHAS MÚSICAS PARA OS SEUS AMIGOS? QUANDO VOCÊ LEVAVA OS MEUS DISCOS PARA OUVIR COM SEUS AMIGOS, VOCÊ ESTAVA ME CHAMANDO E CLAMANDO A MIM; POR ISSO EU VIM AO SEU ENCONTRO...".

(VEJA O BLOG: WWW.A-VISAO-DO-INFERNO.BLOGSPOT.COM

)

SÓ JESUS É A VERDADEIRA PAZ!

Ainda hoje, ao lembrar de minha conversão e chamado ao ministério, as minhas lágrimas molham os meus olhos que assistiram a tantas perversidades diabólicas.

Agradeço ao SENHOR JESUS pela oportunidade de estar compartilhando com vocês este testemunho sobre a minha vida no submundo do ROCK IN ROLL. Hoje faço parte do rebanho de JESUS CRISTO que muito em breve vai morar nas mansões celestiais.
Aguardo a sua volta em breve, como ele mesmo prometeu em sua palavra dizendo:
"EIS QUE CEDO VENHO"

Apocalipse 22:7.

Postar um comentário